• Rogério Parentoni

Ciência pra que? Ciência pra você.

Você já parou para pensar como seus hábitos podem afetar o nosso planeta?

A vida moderna que levamos nos parece bastante trivial. De maneira geral, uma grande fatia da população tem acesso a conforto, conectividade e praticidade. Tudo parece muito normal. No entanto, só muito recentemente começamos a ouvir falar que há consequências para este modo de vida. Deixamos de ser um mundo pequeno num planeta gigante e com recursos infinitos, para ser um mundo gigante num planeta pequeno.


Na verdade, desde o aparecimento do “buraco na camada de ozônio”, a humanidade começou a perceber que, através da nossa faminta demanda por recursos, temos a capacidade de alterar a dinâmica natural do planeta. Desde então, começamos intensamente a discutir as mudanças planetárias globais. Anualmente, a humanidade movimenta mais sedimento que todos os processos naturais juntos … Sim! Com nossos tratores e máquinas pesadas movimentamos mais terra do que vulcões, rios e ventos, tudo junto! Somos 7 bilhões de pessoas que inevitavelmente serão 10 bilhões em 30 anos. Já parou para pensar sobre isso? Como podemos planejar para sustentar, com o mesmo nível de conforto e praticidade, tanta gente num planeta limitado?





Esta questão é tão séria que já planejamos seriamente mudar para lugares inóspitos, como marte, ao invés de preservar o planeta que vivemos. Mas … uma pergunta recorrente que é feita aos cientistas é … “eu ouvi que essas mudanças sempre aconteceram, então porque devemos nos preocupar agora”?


É uma boa pergunta! O planeta de fato já passou por diversas mudanças, bem intensas! Eras glaciais e grandes extinções … mas nada comparável ao que vivemos atualmente. E estas mudanças acontecem em todos os cantos do planeta, mais perceptivelmente o aquecimento global, que é um aumento das temperaturas médias do planeta. Um artigo recente publicado na revista Science mostra o tamanho desse efeito nas mudanças globais no oceano Ártico! Essa região do planeta está aquecendo mais rápido que qualquer outro lugar, e vejam bem, ela é dominada por gelo! O efeito é drástico, a quantidade, o volume e a duração do gelo têm reduzido drasticamente. O artigo mostra que, pelo aumento da temperatura, houve um aumento de quase 60% da produção de nutrientes pelo fitoplâncton! O aumento da disponibilidade de novos nutrientes, impulsionados pelas mudanças climáticas causadas pelos seres humanos modifica as cadeias e teias alimentares, alterando a dinâmica da biodiversidades. Uma mudança no ártico é um alerta global para as mudanças climáticas e nossas atividades que alteram a condição de vida no planeta como um todo. Com isso é importante refletir: o que acontece em qualquer lugar do planeta pode ter consequências globais!




Quer saber mais sobre como a ciência afeta sua vida? Acesse a página do Instagram ciencia_pra_voce_ufmg ou o canal do YouTube e confira os conteúdos já disponíveis. Se gostou do vídeo curta e compartilhe com seus amigos.


Ciência pra quê? Ciência pra você!



Veja também:

https://science.sciencemag.org/content/369/6500/198?utm_campaign=toc_sci-mag_2020-07-09&et_rid=33787688&et_cid=3401489

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo